É pequena, mas é demasiado grande quando não estás, a minha cama.

Vem deitar-te comigo, que eu quero acordar, amanhã de manhã, ao teu lado.

publicado por Gualter Ego às 21:36 | link do post | comentar