Quinta-feira, 18.10.12

...

Vendi a alma ao diabo. Agora é problema dele.

 

Os copos foram feitos para encher, ou não teriam sido feitos até ao cimo.

publicado por Gualter Ego às 23:19 | link do post | comentar

O soneto possível

Mirar rasgado,
Sob o cabelo rastejante,
De plangência etérea,
Demoníaca o bastante.

Pele fria, em cal viva,
Lividez de brilho - marmórea,
Lábios cortados, num sopro, que
Beijam e queimam e gangrenam na memória.

E se lhe acravasse, no boca, um beijo,
Num laivo de insensatez picada,
Quedaria socho, por consumado.

Amor não é, se amor sobejo,
Uma fome santa aliviada,
É, somente, haver sonhado.

tags:
publicado por Gualter Ego às 23:12 | link do post | comentar
origem

Follow me, e assim...

origem

links

arquivos

Outubro 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31