Domingo, 29.05.11

Egu.

Tentei debruçar-me sobre mim próprio,

Limar umas arestas,

Engomar uns vincos,

Ler-me como uma carta militar,

E depois reparei que tinha demasiado sono,

(E um ego obeso)

E deixei de me preocupar.

publicado por Gualter Ego às 01:56 | link do post | comentar

Funerais.

Tocaram os sinos da aldeia,

Debaixo de uma chuva forte,

Tocada a vento.

Pairava um cheiro a desalento.

 

Foram dois toques de defunto,

Defunto macho, pelo jeito do eco dos sinos

E todos os velhos homens da aldeia pensaram assim:

- Quem terá sido o filho da puta sortudo

que se foi antes de mim?

 

- Que insolência,

Aposto que morreu só para fazer pirraça,

Assim eu vou ao funeral dele,

E ele não vem ao meu.

publicado por Gualter Ego às 01:48 | link do post | comentar
origem

Follow me, e assim...

origem

links

arquivos

Maio 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
21
23
24
25
26
27
28
30
31