Sexta-feira, 16.07.10

Vida.

Quando nasces, ou até antes de nasceres, é-te dado um corpo, para teres um sítio onde guardar a tua alma.

Podes gostar dele, ou não, mas vais ter que ficar com ele até ao fim.

 

Entretanto, vais errando, que é como quem diz aprendendo. Nunca vais deixar de aprender e as lições só acabam com a tua morte, e pode ser que a tua morte seja uma lição para um outro alguém.

A certa altura da tua vida, vais gostar de alguém, vais levar essa pessoa para a cama e vais fazer amor com ela. Essa pessoa é, meramente, um reflexo de ti.

Tu, só vais desejar, nas outras pessoas, aquilo que já conheces em ti.

 

Eventualmente, as pessoas que conheces, queres e amas, vão morrendo.

Tu podes contrariar a morte.

Podes não ter uma carreira, não "casar e ter filhos".

Podes viver.

E se o fizeres bem feito, as pessoas não se vão esquecer de ti.

O teu corpo morre, como o de toda a gente, mas a tua alma, o teu nome, é eternizado.

 

O melhor que podes fazer ao teu corpo, é usá-lo para criar. Trazer coisas ao mundo, vindas do nada.

O melhor que podes fazer ao teu corpo, é tornar-te louco.

E se não te tornares louco, faz disso a justificação para fingires que és louco.

 

Ou, então, contenta-te apenas com um livro e uma caneca de café e vai dormir.

publicado por Gualter Ego às 19:43 | link do post | comentar | ver comentários (2)

deus.

Deus não existe.

Existe a necessidade de ter alguém por quem chamar.

publicado por Gualter Ego às 00:30 | link do post | comentar | ver comentários (2)
origem

Follow me, e assim...

origem

links

arquivos

Julho 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
17
19
20
21
24
25
26
27
29
30
31