Do contacto humano.

A presunção humana afunila-se: “é em dinheiro ou cartão?”; “quer um saco?”; “quer arroz a acompanhar?”.

Isto não é humanidade, isto são punhetas! - eu que nunca uso pontos de exclamação.

publicado por Gualter Ego às 23:56 | link do post