ui.

Tropecei

E caí de dentes no chão.

E que alívio foi, depois de cair,

Assentar no chão.

Dali não passo,

Não há mais para onde ir.

 

Au.

publicado por Gualter Ego às 01:59 | link do post