Z

Dites-moi, Amélie,

Como é que posso sentir

A nostalgia

Das coisas

Que nunca vivi?

publicado por Gualter Ego às 15:18 | link do post | comentar