si}

Achaste, tocaste, moldaste,

Rasgaste e eu verguei.

Cuspi toda a minha dignidade,

E vomitei toda a minha altivez.

 

Foi,

Porém,

Esta, a última vez.

 

Verdade:

Ainda sinto o teu cheiro;

Nem que tenha de lavar o mundo inteiro,

Com lixívia e palha d'aço,

Por estas humilhações,

Outra vez, não passo.

publicado por Gualter Ego às 21:48 | link do post