Vampiros. #4

Sangue sempre teve

Paladar de sangue.

Não é com o sal das tuas lágrimas,

Que o teu sangue enferrujado,

Na minha língua entornado,

Vai mudar o seu sabor.

 

publicado por Gualter Ego às 22:24 | link do post | comentar