O teu corpo, a minha escola.

Eu não sou mestre nem professor de ninguém: é a alma que manda no corpo e o sofrimento mentiroso que escreve por mim.

publicado por Gualter Ego às 17:45 | link do post