16:48

Contrastam as minhas mãos, em termos de calor.

Contrastam os dois lados do meu cérebro.

Aborrece-me esta pesada monotonia do respirar, do bater do coração.

Aborrecem-me as horas que trazem a noite a horas descaradas.

Quero gritar.

 

Posso gritar, Mãe?

 

 

 

 

publicado por Gualter Ego às 16:46 | link do post | comentar