?

Os pontos de interrogação enfraquecem-me.

O que importa não é o homem que sou, que o homem nada faz.

 

E, de repente, nós.

publicado por Gualter Ego às 22:27 | link do post | comentar