"Chama um médico. Ele nos dirá qual de nós é são."

Julgas a bondade aborrecida,

A cortesia, uma dama envelhecida.

Falam-te de amor, engoles em seco,

Inspiras-te na carne, escreves um soneto.

 

Escreves, das mulheres,

As curvas, em que nunca te perdeste

Do sangue quente, e do bafo da morte,

Os arrepios que nunca sentiste.

 

És uma mentira,

Espelhada no teu inverso.

 

publicado por Gualter Ego às 21:06 | link do post | comentar