!

Chega desta inércia doentia: pára de olhar para mim!

 

No dia seguinte ninguém morreu.

publicado por Gualter Ego às 02:42 | link do post | comentar