O teu corpo e os meus olhos.

Com as minhas mãos, posso fazer, do teu corpo, música, poesia, pintura.

Com os meus olhos, torno-te desejo vil e lascivo.

publicado por Gualter Ego às 01:48 | link do post | comentar