Mágoas.

Estou a afogar-me na minha própria mente.

A afogar-me na melancolia, nas palavras, nos sons e nas imagens e não há nada, nada, que eu possa fazer para o impedir.

 

São as mágoas, que me afogam.

 

publicado por Gualter Ego às 18:04 | link do post | comentar