Uma quadra, que estamos em Junho.

Sinto os meus ossos ranger,

Debaixo do peso

De todas as vidas

Que não estou a viver.

 

 

 

 

publicado por Gualter Ego às 23:39 | link do post | comentar