13#

Sou um monte de matéria disforme que pensa.

Sou louco.

Não tenho desculpas, nem justificações.

Não fumo coisas engraçadas, nem sofro de esquizofrenias.

Apenas sou.

Sou uma definição indefinida.

Sou a palavra que não existe.

 

 

 

 

publicado por Gualter Ego às 21:35 | link do post | comentar