...

Não consigo evitar o apodrecer em tudo o que escrevo. Capitulo a primeira palavra com a força de uma maré e quando coloco o último ponto final não sou mais que um copo meio vazio que se deixou tombar. Resta-me colocar - como faria à vida se houvesse essa opção - todo o discurso entre parênteses, porque já nada vale a pena. Não percam tempo comigo.

publicado por Gualter Ego às 23:26 | link do post | comentar