...

Se alguma vez me quiserem escrever uma biografia, basta dizer que espantei amores à calhoada e vivi a vida toda entre parênteses.

publicado por Gualter Ego às 23:25 | link do post | comentar