Das pequenas coisas quase nenhumas

Fiz um bolo.
Podes cá vir comer uma fatia
E fingir que queres conversar.

Posso fazer chá,
Também, e fingir, por um bocado,
Que não penso em me matar.

publicado por Gualter Ego às 22:16 | link do post | comentar