...

A paciência;
A rudeza franca
Que atravanca
A alma e a
Língua e tudo.
Ah, Porvir,
Fora eu mudo…

publicado por Gualter Ego às 17:00 | link do post | comentar