Uth.

Beijo, minha encarnada tentação.

Outro, se um não for bastante,

E, por fim, o que há de restante,

É a utopia da encarnação.

 

O belo do cigarro,

Oco de razão,

Cheio de merda e catarro,

Exclama a nossa paixão,

Dá de si num sonho gentil,

Uma noite, noites mil.

publicado por Gualter Ego às 22:27 | link do post | comentar