...

É que eu quero falar em vez de escrever. E não, não é cantar que eu quero. Quero que alguém me empreste meia-hora, três quartos d'hora. Até lhe pago um café. Alguém, porque tem que ser alguém, só ser não chega.
publicado por Gualter Ego às 22:38 | link do post | comentar