Contraste.

Os lençóis, onde me suspiras,

Manchados de sangue; contraste,

O encarnado e o branco, um anjo,

O fogo de quem amaste.

publicado por Gualter Ego às 00:56 | link do post | comentar