Necessidade.

A arte pode ser desnecessária; a filosofia pode ser desnecessária. Ambas podem não ter qualquer papel crucial na vida de um sujeito, mas também o são, insignificantes e desnecessárias isto é, as relações humanas e nós insistimos em morrer, matar e fazer arte por elas.

publicado por Gualter Ego às 18:17 | link do post | comentar